Faça a gestão de talentos na sua empresa

Empresas que captam, selecionam e conseguem reter pessoas talentosas dentro de suas equipes são muito mais rentáveis, pois conseguem apresentar resultados consistentes, desenvolvendo e aperfeiçoando seu plano de negócio com maior facilidade.

O discurso soa bonito, e é! Então, dia desses um profissional me perguntou: “E como colocar isso em prática, dentro de equipes tão heterogêneas? ”. Existem meios de chegar a bons resultados. Três sãos os pontos de partida que posso listar.

Primeiro – saiba que talento gosta de trabalhar com talento. Profissionais que pensam pequeno, que não ousam e que não saem da caixa, atrapalham as pessoas talentosas e espantam os bons profissionais de dentro das equipes.

Segundo, após ter colocado o seu talento junto de profissionais com o mesmo perfil, dê combustível para que ele possa se manter ativo. O principal motivador de uma pessoa talentosa são os desafios. Quanto mais o desafiar, mais ele estará apto a transgredir barreiras.

Aliado a isso, o terceiro ponto é deixar que o profissional talentoso assuma riscos. Ele mesmo dará essa dose para si mesmo. Tenho um exemplo emblemático sobre essa característica.

Alguns anos atrás eu trabalhava em uma companhia no Rio de Janeiro na posição de gerência. Um novo profissional, formado em Harvard assumiu a posição de Diretor. Um sujeito muito talentoso. Acabei ficando muito próximo dele em pouco tempo.

Após 60 dias no cargo, ele me chamou em sua sala e disse: “por favor Bernt, leia esse material e me dê sua avaliação”. Li, avalie e respondi a ele: “Se você apresentar esse documento a presidência, você será demitido”. Ele retrucou me dizendo, que ele não queria saber da consequência, gostaria de saber se o estudo estava bom.

Dito e feito. Ele apresentou e foi logo desligado. O estudo que havia apresentado, provava que o seu próprio setor tinha muitos gargalos e que sua própria função era desnecessária naquele formato e que uma reestruturação poderia fazer com que o setor pudesse ser mais produtivo e menos oneroso.

Contudo, sua atitude ousada, rendeu a ele a indicação de um cargo ainda maior em uma outra empresa do grupo. E eu, fiquei ainda algum tempo como gerente.

Então, ao identificar em sua equipe pessoas talentosas, use e abuse desses artifícios. Os talentos estão sempre dispostos a contribuir. Agora, se você leitor, quer saber qual é o seu grau de talento para algo, busque auxilio de profissionais da área de recursos humanos. Assessorias de Assessment, por exemplo, podem ser uma boa alternativa para que você possa receber uma boa orientação.
Fonte: De Bernt